Retiros de Quaresma 2015

Um retiro, mais do que um refúgio, convida-nos à solidão e ao encontro direto com Deus, com os seus projetos e planos para o mundo. Este encontro significa o afastamento da nossa vida normal, permitindo um maior recolhimento à oração e meditação pessoal. Mas o encontro a sós com Deus depende de nós, da nossa vontade, do nosso silêncio ou do nosso “excesso de barulho”… E não devemos ter medo do silêncio!
Encorajamos todos os JSF com alguma caminhada e com mais de um retiro feito a não terem medo de “mergulhar” em águas mais profundas e a participarem num retiro de silêncio. Foi justamente nesse momento de paz que o Senhor mostrou aos discípulos o que eles deveriam anunciar. De (re)lembrar que é na oração que Jesus encontra a sua fonte da ação. Que seja possível a todos os Jovens Sem Fronteiras a alegria dessa descoberta.

Inscreve-te no retiro em que queres participar e avisa o teu animador:

Região Centro
Inscrição: Freixianda: 27-1 de março
Região Sul | Silêncio
Inscrição: Torre da Aguilha: 27-1 de março
Região Douro
Inscrição: Lamego: 6-8 de março
Região Sul
Inscrição: Algarve/Santa Catarina: 6-8 de março
Região Minho/Douro | Silêncio
Inscrição: Silva: 13-15 de março
Região Sul
Inscrição: Cristo Rei: 13-15 de março
Região Minho
Inscrição: Silva: 20-22 de março
Região Douro
Inscrição: Ermesinde: 20-22 de março

Retiro de Advento Algarve

10841141_10203477505198684_152606189_n (2)

No passado fim-de-semana (19,20 e 21 de Dezembro) os grupos dos Jovens Sem Fronteiras de São Brás de Alportel e Santa Catarina da Fonte do Bispo reuniram-se na casa paroquial de Santa Catarina, para um retiro de advento organizado pelos animadores de ambos os grupos. O tema deste retiro foi: “Guiados por Cristo para renascer na Fé” e este iniciou-se na noite de sexta com uma oração que nos permitiu refletir sobre a partilha com algumas questões chave: “Será que partilhamos o que temos com quem é mais importante para nós? Será que nos lembramos de Deus na hora de partilhar? Será que partilhamos o que temos ou só partilhamos os nossos restos? Será que partilhamos de coração?”.
Já no sábado iniciámos o dia com uma oração sobre a Fé, onde Jesus já não nos falava por parábolas, mas de forma clara e direta. Refletimos com as questões: “Quem é Jesus para nós? Quais as nossas dificuldades e desafios de falar de Jesus aos que nos rodeiam?”.
De seguida, partimos para a primeira palestra, apresentada pela Verónica Rodrigues com o tema “Como o anjo anunciou a Maria, anunciamos nós aos outros”. Aqui, foi-nos recordada a história da vinda do anjo Gabriel e falámos do “Anunciar Cristo aos outros”, “Como e onde anunciá-Lo” e “Perder o medo de O anunciar”. Para isso, fomos divididos em dois grupos e desafiados a demonstrar, através de um pequeno teatro, como podemos anunciar a Cristo na catequese, na escola, aos amigos e familiares e aos desconhecidos.
A tarde iniciou-se com o Ricardo Peres a apresentar o seu tema, “Caminhando em direção aos outros”, identificando: “Quem é o outro? Como podemos caminhar para o outro? Onde o podemos encontrar?”. Com isto, concluímos que este outro que se falou é qualquer pessoa que nos rodeia, desde os mais pobres, os mais distantes, a nossa família, os nossos amigos, não devendo esquecer ninguém. Ainda chegámos à conclusão que a melhor forma de caminhar é de coração aberto, pois Jesus disse-nos: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei” sendo este princípio que devemos seguir.
E que melhor forma de progredir no retiro, depois desta apresentação, do que visitar o Lar? Foi isso que fizemos. Com sorrisos na cara e muita alegria no coração, fomos visitar e animar os utentes do lar de Santa Catarina que, após o seu lanche, voltaram para as suas salas de estar para nos ouvir cantar músicas cristãs e natalícias.
Depois foi hora de regressar a casa e ouvir o Ricardo Martins falar-nos de como é nascer e crescer na Fé, tendo ele, partilhado um vídeo de testemunho de um famoso que encontrou Cristo, depois de querer provar que Ele não existia. Seguidamente apresentou-nos um quadro com várias fases da vida, identificando a sua relação com o crescimento humano e o crescimento na Fé. Com esta palestra, debatemos sobre quando cada um de nós nasceu na Fé e como crescemos ao longo do tempo.
Antes de jantar, houve tempo para um momento mais lúdico de forma a unir um pouco o grupo, fazendo um jogo com base no advento. Após o jantar marcámos presença na festa de Natal da catequese. À vinda assistimos ao filme “God’s Not Dead” (Deus não está morto) que conta a história de um jovem cristão desafiado a provar aos seus colegas de turma e ao seu professor que se dizia Ateu, que Deus não está morto, pondo em risco o seu percurso académico. O resultado desta ação é fascinante e a coragem com que ele enfrenta o professor é fenomenal. Este filme alerta-nos para não termos medo de demonstrar a paixão por Cristo nem de falar d’Ele aos outros pois, tal como se ouviu muitas vezes no filme: “God is good” (Deus é bom).
Acabámos a noite com mais uma oração, desta vez para reavivar a importância de não nos afastarmos de Deus, para O ter nos nossos corações em vez de nos trancarmos e isolarmos d’Ele.
Para finalizar o retiro, na manhã de domingo, foi a vez da Ana Martins nos falar da “Alegria de ser Cristão” onde, em forma de resumo das outras palestras, nos expôs três modelos para seguir Cristo com base nas figuras que adoraram o menino Jesus no seu nascimento: Os 3 Reis Magos, os Pastores e os Anjos. Ainda nos relembrou que a Igreja somos todos nós e alertou-nos para a importância dos nossos exemplos e do nosso testemunho na nossa comunidade. Afinal só se é verdadeiramente Cristão quando se vive com Alegria.
Finalizámos o retiro com a participação na Eucaristia com a responsabilidade da animação musical.
Foi um fim-de-semana que serviu para crescermos na Fé e fortalecermos a nossa Igreja, onde relembrámos a importância da partilha e a alegria de ser Cristão.

Escrito por:
Cristiana Brito
JSF Santa Catarina

Jovens Sem Fronteiras do Minho “encontram-se” na Silva para mais um Retiro Quaresmal

Dsc04667

Cerca de 40 Jovens Sem Fronteiras provenientes de vários pontos da região Minho rumaram ao Centro do Espírito Santo e Missão, na Silva, Barcelos, para viver um fim-de-semana de encontro consigo mesmos, com os outros e com Deus, em tempo de Quaresma.

Mas, antes, os jovens perderam-se. O trabalho, quer individual, quer integrado em grupos de campo, sobre a dimensão da perda ocupou toda a manhã de sábado e perpassou as mensagens de que perder não tem de ser algo necessariamente mau e pode dar origem a um novo começo, assim como a escolha do caminho a fazer, após a perda.

Refeitos da perda, os jovens em retiro estavam prontos para partir à procura. Tendo como pano de fundo a mata da Silva, os cinco grupos de campo percorreram, durante a tarde, um circuito que incluía diferentes tarefas que pretendiam despertar a reflexão em torno da mensagem do papa emérito Bento XVI para a Quaresma: “Crer na caridade suscita a caridade”.

Depois de na eucaristia, cada um dos jovens ter sido chamado a fazer o exame à sua consciência, à noite todos finalmente se encontraram numa recriação do célebre programa de televisão dos anos 90 “Ponto de encontro” e numa vigília de oração que convidou a todos a partirem em busca de “uma vida feliz”.

No derradeiro dia deste retiro, as memórias de gerações passadas dos Jovens Sem Fronteiras viajaram ao presente, através de imagens e testemunhos apresentados pelo Fernando, pela Fátima, pelo Carlos e pela Joana, que outrora pertenceram ao grupo JSF de Joane e, hoje, integram as Fraternidades Espiritanas.

Neste encontro de gerações, foram traçadas as diferenças e semelhanças entre os JSF de então e os de hoje.

Tiago Dias, Ousar Crer – JSF S. Cristóvão

Retiro JSF em S. Brás de Alportel

No passado dia oito de Março iniciou-se em São Brás de Alportel mais um retiro de Quaresma dos Jovens Sem Fronteiras da Região Sul.
Iniciamos o retiro com apresentação dos jovens dos vários grupos. Deste modo, porque a hora já ia longa, realizámos a oração da noite, com a leitura da “Parábola da ovelha perdida” refletindo sobre o nosso caminho como cristãos e se alguma vez nos sentimos perdidos, como a ovelha da parábola e o que nos distrai para que nos percamos desse caminho.
Iniciámos a manhã de sábado com uma oração que nos chamou a seguir Jesus. Ao longo da manhã debatemos temas como “Procura na Igreja” sobre o Concílio Vaticano II e “Procura na Mensagem do Papa Bento XVI para a Quaresma”. A tarde foi reservada para a reconciliação connosco e com Deus e a partilha deste amor que temos por Ele com a comunidade, na realização de um terço no lar com os idosos e a participação na Eucaristia na Igreja Matriz de S. Brás. Depois do jantar assistimos a um filme, The way, e antes de irmos dormir juntámos-nos todos em Vigília de Oração.
No domingo de manhã realizou-se a Via Sacra, recordando o caminho que Jesus fez até ser crucificado no monte Sinai. De seguida reunimos-nos todos na sala para debater o último tema do retiro, “Encontro com os JSF”, onde ficámos a saber um pouco mais sobre o estatutos dos JSF e refletimos sobre o que é para nós ser JSF. A seguir ao almoço realizou-se a avaliação do retiro por todos os membros do grupo e a despedida.

Verónica Rodrigues
JSF Santa Catarina da Fonte do Bispo

Retiro de Silêncio - “ENCONTRÁMO-NOS”

No dia 2, 3 e 4 de Março um grupo de Jovens Sem Fronteiras juntaram-se no Cristo-Rei para um retiro de Silêncio. Cada dia tivemos um verbo como tema, no primeiro dia foi “Perder”, no segundo foi “Procurar” e no último dia foi “Encontrar”. Foi um fim de semana intenso, de encontro connosco próprios e com Deus. Disponibilizaram-nos muitos materiais para acompanhar neste fim de semana tão especial.
Tivemos uma sorte tremenda de ter no retiro a presença da Joana Cruz, que deu um testemunho fantástico sobre o seu voluntariado em Itoculo-Moçambique. O grupo foi maravilhoso e cooperou com tudo o que foi preciso.
Ora bem, isto tudo junto só podia resultar no meu melhor retiro de quaresma, até agora.
Aconselho a todos os jovens, a fazer um retiro de silêncio para experienciar o quão bom é o encontro com Deus no momento de silêncio e fora do nosso dia-a-dia atribulado.

Diana Monteiro
JSF Montijo

Fazer Retiro na Quaresma é outra vida

Inscreve-te já :)




As inscrições devem ser efectuadas (sempre que possível) no site.
De qualquer modo pedimos a todos os animadores que confirmem as inscrições dos elementos dos seus grupos junto de cada coordenação.

Região Minho:
22 a 24 de Março – Seminário da Silva, Barcelos
Incrição: Retiro Minho

Região Douro:
8 a 10 de Março – Casa Oásis, Ermesinde:
Incrição: Retiro Casa Oásis
23 e 24 de Março – Santuário de Nª Sª da Lapa, Sernancelhe:
Incrição: Retiro Nossa Senhora da Lapa

Região Centro:
22 a 24 de Fevereiro – Ribeira do Fárrio

Região Sul:
1 a 3 de Março Retiro de Silêncio – Cristo Rei
Incrição: Retiro Silêncio
8 a 10 de Março Retiro Quaresmal S. Brás Alportel
Incrição: Retiro S. Brás de Alportel
22 a 24 de Março Retiro Quaresmal Telhal
Incrição: Retiro Telhal

P’la Coordenação Nacional